Maquiagem e Resenhas, Publicidade

Resenha: Protetor Solar Episol Sec FPS100

Vocês sabem que protetor solar é item indispensável na vida de todas as pessoas, né? Eu sou suspeita porque há muitos anos sou praticante da rotina “hidratante + protetor solar” e não saio de casa sem esses dois. Tanto que já testei de tudo, protetor para pele seca, para pele oleosa, com cor, sérum, creme, gel… E hoje vim falar da minha última descoberta e que eu tenho amado muito: o Episol SEC FPS100!

resenha episol sec toque seco FPS100 borboletas na carteira

Esse protetor solar oferece proteção muito alta, então é excelente para o verão, quando nos expomos mais e por mais tempo ao sol. Eu gosto de usá-lo na piscina ou na praia porque são lugares que eu sei que preciso me cuidar mais, porque o sol acaba refletindo na areia ou em uma toalha branca e queimando a pele mesmo com boné ou chapéu. Mas também uso no dia a dia porque ele ajuda a controlar a oleosidade e e tem toque sequinho, o que mantém a pele digna por mais tempo.

resenha episol sec toque seco FPS100 borboletas na carteira-7

Textura firme

resenha episol sec toque seco FPS100 borboletas na carteira-3

Produto concentrado

resenha episol sec toque seco FPS100 borboletas na carteira-2-2

Produtos espalhado

A textura dele é bem gostosa e fácil de espalhar. Como minha pele está sensível agora, eu notei que além de todos os benefícios de um protetor, ele deu uma hidratada de leve, sabe? Não ficou descascando em nenhuma área e nem esbranquiçado. Ah, e ele segurou mesmo o brilho da pele e deixou o acabamento bem natural. Estou amando!

resenha episol sec toque seco FPS100 borboletas na carteira-5

Outra coisa super legal é que essa fórmula não entope os poros e não provoca cravinhos, então é ótima para quem tem problemas com acne e, por causa do alto fator de proteção, para quem tem pele sensível ou é muito branquinha.

O verão já está aí mas tem que cuidar da pele para não desfilar manchas de sol depois, né?

QUANTO? O Episol Sec Toque Seco FPS100 é vendido por R$79,90 (média) em farmácias

Vocês já usaram os protetores da Episol? 

Gastronomia e Receitas

Receita: Café Cremoso

Eu não sou uma viciada em café, pelo contrário, eu gosto de dizer que meu paladar é de criança porque coisas amargas não funcionam comigo. Por isso não gosto de rúcula, de cerveja, de mostarda… mas adoro uma coisa doce! kkkk Então, se for para tomar café, ele tem que ser cremoso e docinho, e se tiver chantily, calda de chocolate ou canela, fica melhor ainda!

Essa receita de café cremoso eu aprendi há muito tempo, mas por causa das calorias (que são muitas! Não briguem comigo! :S) eu raramente faço. A receita rende muito também, então quando eu estou com muita vontade (ou na TPM ~que é o caso~), faço e acabo dividindo e mandando metade para a casa do meu sogro e da minha avó.

receita café cremoso borboletas na carteira

A receita é super simples e o café fica muito gostoso! Você pode transformar seu café normal em um café cremoso ou adicionar essa “massinha” ao leite quente, que ele vira uma espécie de Latte Macchiato (porque faz espuminha em cima! *O*).

Para fazer, você vai precisar de:

receita café cremoso borboletas na carteira-5

  • Batedeira
  • 50 gr de café solúvel (1 pacote)
  • 1 xícara de água (240ml)
  • 2 xícaras de açúcar (e toda a caloria do universo :P)
  • chantily, canela ou calda para deixar tudo ainda mais gordinho
  • e, claro, gostosuras para acompanhar, kkkk

Misture todos os ingredientes em um recipiente próprio para batedeira, e bata por aproximadamente 20 minutos. O resultado é uma massa bem cremosa, parecida com suspiro:

receita café cremoso borboletas na carteira-2

Depois é só colocar em um pote de vidro e levar para o congelador. Você vai conserva-lo lá e sempre que quiser, é só tirar e servir. Ele não congela e mantém essa textura mais firminha.

Como eu disse, dá para acrescentar no café puro ou ao leite. Se você quiser deixar seu café mais cremoso, é só adicionar 1 colher de sobremesa, se quiser deixar o leite mais gostoso, coloque 2 colheres. Prontinho! Café cremoso e maravilhoso :P

receita café cremoso borboletas na carteira-4

receita café cremoso borboletas na carteira-6

Espero que vocês tenham gostado dessa receita super fácil para fazer no final de semana (no final de semana tá liberado, né? kkkkk). Não esqueçam de me contar se vocês fizeram e se gostaram :D

Pessoal

4 coisas que eu só aprendi depois dos 25

Fazer aniversário não é fácil! Quando a gente é mais nova gosta de comemorar, de ganhar presentes, de ser lembrada… com o passar dos anos, os presentes vão ficando cada vez menores, o dia (que antes era só seu) agora inclui chefes, colegas de trabalho e muitos compromissos e nem sempre dá para comemorar na correria do dia a dia… Mas uma coisa é certa, a gente sempre ganha experiência e vai mudando de opinião conforme o tempo vai passando.

large

Parei para pensar sobre isso esses dias e vi como eu mudei de 10 anos para cá. Aliás, eu mudei muito! Tanto fisicamente quanto emocionalmente. Isso inclui ganhar pernas que antes eram só duas varetinhas andantes, aceitar que tenho mais de 1,70m de altura e que isso não é o fim do mundo, saber lidar com o cabelo que acorda bom no dia da faxina e péssimo quando tenho um compromisso importante…

Mas olhando para trás, lá para época do colégio, é que eu vejo como mudei e como eu era superficial. Naquela época, a aparência era o que mais importava, isso para não falar que era SÓ o que importava. Ter um tênis da moda era como um crachá para fazer parte do grupinho tal (no meu caso, quem não tivesse o Qix MaryJane tava fora, baby!). Hoje eu levo em conta muito mais o que a pessoa é, do que o que a pessoa tem, e não tem jeito, a gente só aprende isso com o passar dos anos. Uma pessoa ter a base importada não faz ela ser mais legal e agradável do que a outra que só usa maquiagem nacional, assim como aquela que só tem batom baratinho nem sempre é mais humilde… A minha amiga que acorda 2 horas antes para se maquiar não é mais querida do que aquela que nem penteia o cabelo quando levanta. E assim vai…

Ainda olhando para essa época eu vejo como supervalorizava minhas amigas e como eu diminuia a pessoa mais importante da minha vida. Sabe aquela coisa de “vou contar para minha amiga mas não vou contar para minha mãe”? É super normal nessa época e faz parte do crescimento e da vida de qualquer menina. Eu não posso reclamar, sempre tive um relacionamento muito bom com a minha mãe, mas hoje eu vejo que algumas vezes preferi compartilhar algo com uma pessoa de fora do que com ela. Mas essa também é uma coisa que a gente só aprende com os anos…Hoje ela é minha melhor amiga e sempre será!

Tem outras coisas que a gente só aprende na prática, né? Eu, por exemplo, aprendi que a roupa não se lava sozinha, que os pratos da pia não somem e que, da geladeira, não brota comida. Engraçado falar assim mas é como a gente vê o mundo quando vivemos com nossos pais. É tudo tão fácil e prático que parece mágica, até você morar sozinha e ter que fazer supermercado e lavar o banheiro…

E por último, acho que a coisa mais importante que eu aprendi foi me valorizar e me aceitar do jeito que eu sou. Antes eu era insegura, me sentia mal por usar salto alto (ainda não uso aqueles gigantes, mas estou no caminho), reclamava dos meus ombros largos, queria ter a bunda maior… e de que adiantou se sentir para baixo tantas vezes? Nada! Eu não diminui um centímetro e depois da academia minha bunda só ficou menor… Mas e daí? Essa sou eu e eu vou conviver comigo até o final da vida, vale mesmo a pena ser tão crítica e achar tantos defeitos na pessoa que vai estar do seu lado para sempre?

Página 2 de 81612345